Rádio Canelinha FM - Informação com credibilidade e responsabilidade.

Sexta-feira, 24 de Maio de 2024
unifael
unifael

Notícias Saúde

Santa Catarina em alerta: contaminações pela febre do oropouche emergem em três cidades

Botuverá, Brusque e Luiz Alves enfrentam casos da doença transmitida pelo mosquito maruim; Luiz Alves declara situação de emergência devido à intensa presença do vetor.

Santa Catarina em alerta: contaminações pela febre do oropouche emergem em três cidades
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Três cidades em Santa Catarina foram atingidas por contaminações pela Febre do Oropouche, uma doença rara, principalmente provocada pelo mosquito maruim. Botuverá, Brusque e Luiz Alves, todas situadas no Vale do Itajaí, confirmaram a infecção de dez pessoas. Luiz Alves, em particular, proclamou uma situação de emergência devido à intensa presença do mosquito maruim na região.

As pessoas contaminadas estão distribuídas entre as três cidades, com a maior concentração de casos em Botuverá. As autoridades de saúde do estado estão intensificando ações de mapeamento e acompanhamento dos casos, focando em registrar os movimentos dos infectados, seus sintomas e condições gerais de saúde. No mês passado, não havia registros confirmados da doença em Santa Catarina.

Além disso, há um esforço concentrado para coletar mosquitos para análise e enviar amostras de sangue de outros pacientes para exames, visando um controle mais efetivo da situação.

Publicidade

Leia Também:

Embora o vírus tenha sido identificado pela primeira vez no Brasil nos anos 1960, permaneceu predominantemente na região Norte até recentemente. Com a confirmação de casos autóctones em Santa Catarina, a doença demonstra potencial para se espalhar além de suas origens tradicionais. As contaminações não estão associadas a viagens das vítimas. As autoridades recomendam medidas preventivas, como a eliminação de água parada e o uso de repelentes, para mitigar o risco de infecção.

Meios de Infecção e Sintomas

A Febre do Oropouche apresenta sintomas semelhantes aos da dengue e chikungunya, incluindo dores de cabeça e musculares, náuseas e diarreia.

Seu principal vetor é o mosquito maruim, que prefere ambientes úmidos e com matéria orgânica. Contudo, outros mosquitos como o Aedes serratus e o Culex quinquefasciatus também podem transmitir o vírus em áreas urbanas.

A fêmea do mosquito é responsável pela transmissão do vírus através da picada. O período de incubação varia entre três e oito dias, e os sintomas geralmente duram de dois dias a uma semana, sem deixar sequelas.

Comentários:
SPEEDNET
SPEEDNET

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )