Rádio Canelinha FM - Informação com credibilidade e responsabilidade.

Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024
SPEEDNET
SPEEDNET

Notícias Política

Ministro Alexandre de Moraes rejeita pedido para suspender posse de 11 deputados acusados de apoiar atos golpistas

O ministro afirmou que “eventuais consequências das condutas” deverá ser analisada pelo Conselho de Ética da Câmara dos Deputados.

Ministro Alexandre de Moraes rejeita pedido para suspender posse de 11 deputados acusados de apoiar atos golpistas
Reprodução
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O ministro Alexandre de Moraes, do STF (Supremo Tribunal Federal), rejeitou neste domingo (29) pedido para suspender a diplomação e impedir a posse de 11 deputados federais por suposta incitação, em redes sociais, dos atos violentos do 8 de Janeiro. Segundo o magistrado, a solicitação para suspender a diplomação não seguiu os requisitos processuais adequados, estabelecidos pela legislação eleitoral. Moraes rejeitou a abertura de inquérito contra os congressistas, “por ausência de justa causa”.

O ministro afirmou que “eventuais consequências das condutas” imputadas aos deputados deverá ser analisada pelo Conselho de Ética da Câmara dos Deputados. Moraes mandou oficiar o presidente da Câmara, deputado Arthur Lira (PP-AL), “para adoção das providências que entender cabíveis no âmbito do Conselho de Ética”. O pedido para barrar a posse dos deputados havia sido ajuizado por advogados do Grupo Prerrogativas. Moraes mandou a PGR (Procuradoria Geral da República) analisar o pedido.

Em manifestação assinada no sábado (28), o subprocurador-geral da República Carlos Frederico Santos pediu a rejeição da demanda. 

Publicidade

Leia Também:

O subprocurador-geral da República afirmou ser atribuição do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar da Câmara “examinar as condutas imputadas na petição aos Deputados Federais eleitos e diplomados”.  Santos também disse que não há “qualquer indício da prática de crime” nas condutas apontadas contra os deputados.

 

Comentários:
unifael
unifael

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )