Rádio Canelinha FM - Informação com credibilidade e responsabilidade.

Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024
unifael
unifael

Notícias Policial

Homem é preso em Gaspar acusado de pedofilia e abuso contra filha adotiva

Ação conjunta das forças de segurança resulta na prisão de suspeito que ameaçava vítimas e comprava lingerie para crianças

Homem é preso em Gaspar acusado de pedofilia e abuso contra filha adotiva
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Na última sexta-feira (26), uma operação conjunta das forças de segurança em Gaspar, Vale do Itajaí, resultou na prisão de um homem acusado de pedofilia e abuso sexual contra a própria filha adotiva, uma criança de sete anos. Os crimes terríveis teriam ocorrido entre os anos de 2017 e 2019, durante as férias da menina na casa do pai, em Porto Belo, no Litoral Norte catarinense, após a separação dos pais.

As investigações da Polícia Civil tiveram início em 2021, quando a vítima compartilhou sua angústia com uma amiga. Diante disso, a mãe da criança buscou a rede de apoio e formalizou a denúncia. A prisão preventiva foi decretada em julho de 2023, mas o acusado permanecia foragido. A Delegacia de Polícia da Comarca de Porto Belo descobriu sua localização em Brusque, cidade vizinha a Gaspar, por meio de compartilhamento de informações com outras forças de segurança.

O suspeito foi detido pela Polícia Militar de Gaspar no momento em que se deslocava para Brusque.

Publicidade

Leia Também:

No desdobramento do processo, a filha adotiva, vítima de abuso sexual, relatou que o pai a ameaçava com arma de fogo e faca, coagindo-a a realizar atos sexuais sob ameaça de morte caso contasse a alguém. Uma testemunha revelou à Polícia Civil que achava o comportamento do pai estranho, pois ele pedia para a filha dançar para ele. Além disso, o homem teria comprado calcinha "fio dental" para a criança. Mesmo quando questionada sobre os abusos, a criança sempre negava.

Após a revelação dos crimes, uma segunda vítima denunciou o homem. Outra criança, na época com 8 anos, alegou ter sido abusada sexualmente durante visitas à casa, sendo também alvo de ameaças.

Comentários:
SPEEDNET
SPEEDNET

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )