Rádio Canelinha FM - Informação com credibilidade e responsabilidade.

Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024
unifael
unifael

Notícias Geral

Filho de Bolsonaro é alvo de busca e apreensão na operação Nexum em Balneário Camboriú

Polícia Civil do Distrito Federal conduz operação de busca e apreensão relacionada a crimes financeiros, envolvendo filho do ex-presidente

Filho de Bolsonaro é alvo de busca e apreensão na operação Nexum em Balneário Camboriú
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Nesta quinta-feira, 23 de agosto, uma operação policial batizada de "Nexum" foi deflagrada pela Polícia Civil do Distrito Federal, visando um grupo suspeito de envolvimento em crimes como estelionato, falsificação de documentos, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. Entre os alvos dessa ação está Jair Renan, filho do ex-presidente Jair Bolsonaro.

A operação incluiu o cumprimento de cinco mandados de busca e apreensão, além de dois mandados de prisão, que foram executados tanto em Brasília quanto em Balneário Camboriú, Santa Catarina. Entre os locais vasculhados, destacam-se um apartamento em Santa Catarina e outro no Sudoeste de Brasília, ambos supostamente ligados a Jair Renan.

De acordo com as investigações, o principal líder do suposto esquema é Maciel Carvalho, de 41 anos, que já havia sido alvo de operações policiais anteriores neste ano, denominadas "Succedere" e "Falso Coach". Maciel, que também era instrutor de tiro de Jair Renan, possui um mandado de prisão preventiva na operação Nexum.

Publicidade

Leia Também:

O grupo investigado é suspeito de operar por meio de empresas fictícias e um intermediário, usando identidades falsas e dados de contadores sem autorização para abrir contas bancárias e realizar transações financeiras. Utilizando informações fraudulentas de faturamento e outros documentos, o grupo teria cometido crimes como falsidade ideológica, associação criminosa, estelionato, crimes contra a ordem tributária e lavagem de dinheiro.

É importante ressaltar que a Polícia Civil de Itapema informou que a operação realizada no apartamento de Jair Renan em Balneário Camboriú foi coordenada pela Polícia Civil do Distrito Federal. A operação Nexum levanta questões significativas sobre crimes financeiros e associações ilícitas, enquanto a investigação continua desdobrando os detalhes deste complexo caso.

Comentários:
SPEEDNET
SPEEDNET

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )