Rádio Canelinha FM - Informação com credibilidade e responsabilidade.

Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2024
unifael
unifael

Notícias Geral

Bebê recém-nascido morre após suposta agressão da mãe, em Içara

Caso é Investigado como Infanticídio e Abala Comunidade Local

Bebê recém-nascido morre após suposta agressão da mãe, em Içara
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Uma terrível tragédia abalou a cidade de Içara no último sábado, quando um bebê recém-nascido perdeu a vida no Hospital São Donato, após supostamente ser agredido por sua própria mãe. A Polícia Militar foi acionada para lidar com a situação, que agora está sob investigação como um trágico caso de infanticídio.

O recém-nascido chegou às instalações do hospital apresentando feridas no pescoço, inchaço na cabeça e estava coberto de grama. Apesar dos esforços incansáveis dos médicos para reanimá-lo, a pequena vítima não resistiu e faleceu.

A mãe do bebê, em estado puerperal, alegou à polícia que não tinha conhecimento de sua gravidez. No entanto, suspeitas rondam o caso, levantando a possibilidade de que ela tenha tentado tirar a vida do recém-nascido antes de levá-lo ao hospital, causando ferimentos graves.

Publicidade

Leia Também:

Os policiais foram acionados através da Central Regional de Emergências para se dirigirem ao Hospital São Donato. No local, foram recebidos com relatos conflitantes e confusos por parte dos pais da criança.

A situação do bebê era extremamente crítica. Ele apresentava sinais de hipotermia, e os médicos iniciaram imediatamente manobras para aquecê-lo. No entanto, não houve resposta ao estímulo de choro.

A equipe médica observou que o bebê estava sujo de substâncias que se assemelhavam a terra ou grama. Além disso, ele apresentava escoriações no pescoço e na cabeça, o que levantou sérias suspeitas sobre as circunstâncias de seu estado de saúde.

A Polícia Civil e o Instituto Geral de Perícias (IGP) foram acionados para conduzir investigações adicionais no hospital. A Polícia Militar registrou um boletim de ocorrência, enquadrando o caso, a princípio, como um infanticídio, conforme estabelecido no artigo 123 do Código Penal.

Este é um caso particularmente complexo e doloroso, dada a idade do bebê e as alegações da mãe sobre seu desconhecimento da gravidez. A investigação está em curso para esclarecer todas as circunstâncias e responsabilidades relacionadas a essa tragédia que comoveu a comunidade local.

Comentários:
SPEEDNET
SPEEDNET

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )